Sabe porquê que demos o nome de Maria Helena a uma das suites do Convento da Sertã Hotel?

Conheça a mulher que ajudou a construir uma das empresas mais importantes do universo gastronómico da região Centro e cujo legado é ainda hoje lembrado e seguido.

d helena introMaria Helena Marçal conseguiu, com a sua combatividade e perseverança, alcançar uma posição de destaque, tornando-se numa das figuras mais emblemáticas da cozinha sertaginense.
A sopa de peixe da Dona Helena tem a sua assinatura. Um gosto inconfundível, acompanhado pelos melhores ingredientes, fizeram desta especialidade das mais requisitadas nos nossos restaurantes.

A génese deste prato deve-se em parte ao amor que Maria Helena Marçal tinha pela Sertã e à paixão que nutria pelas suas gentes.
Os maranhos da Sertã e o bucho recheado são dois dos pratos que ajudou a divulgar e que se tornaram imagens de marca das nossas casas de restauração. É a ela que se deve a introdução destas iguarias nas nossas ementas, um exemplo depois seguido por muitos dos que connosco partilham a tarefa árdua, mas honrosa, de promover o que de melhor se faz na nossa região.
Maria Helena Marçal, a mulher que nos ensinou que só a humildade e o trabalho nos conduzirão à perfeição.